Estamos todos na caverna de Platão

"Estamos todos na caverna de Platão."


Essa foi a seguinte frase que ouvi hoje na aula. O Mito da Caverna, de Platão, sempre se mostra muito atual e pertinente. Concordo com o que foi dito por minha colega de classe [que não conheço, rs], estamos todos nessa caverna, ou estivemos lá. Sair dela pode não ser fácil, mas não é impossível.

Uns se dão por satisfeitos com o lugar onde estão.

Outros até tentam sair, mas desistem no meio do caminho.

Tem os que estão a beira de sair da caverna, mas optam por não ir além do que foram.

E, finalmente, há os que saem da caverna e vêem o mundo que existe além.

Infelizmente não é a maioria que sai da caverna. Os que preferem ficar à beira da saída estão em quantidade maior do que os que saem, e por alí já estarem já se acham com suficiente conhecimento sobre tudo, o suficiente para questionar os que fora estão questionamentos sem relevância ou insuficientemente fundados. Os que ficam pela metade do caminho se acham muito sábios, por já terem saído do fundo da caverna, embora nunca tenham visto a luz fora dela. Por sua vez, os que nunca saíram do fundo da caverna se acham sábios, afinal a caverna é o lugar deles e tentar sair dela é loucura.



Vemos isso a todo instante por onde vamos. Seja como for, rumar para fora da caverna deve ser nossa meta, sem nunca esquecer-se de até Sócrates reconhecia sua ignorância com uma de suas frases mais conhecidas: "Sei que nada Sei".



quarta-feira, 6 de agosto de 2008

4 Comments:

Leandro Marlon said...

É minha linda, a caverna...
Neste mito, aquele que saiu, voltou para alertar seus ''conhecidos'' de que lá fora existiam muitas maravilhas e que o que eles viam lá dentro eram sombras das maravilhas... e o que fizeram com o pobre que voltou? Mataram-no!
Isso mesmo.
E isto é um mito? Quantas vezes vemos coisas novas, absurdas e maravilhosas e, quando contamos, as pessoas querem nos atacar e destruir?
Esta é a essência da caverna. Platão observou isso naqueles dias...
Hoje em dia seria o Mito da Comunidade; o Mito da Escola; e vários outros.
O não-saber é o primeiro passo para aprender. Por isso, eu estou com você: só sei que nada sei.

Yellow Fox said...

Sim, o mito da caverna de platão. Eu me lembro, eu me lembro... Platao, caverna, demiurgo, estrela, almas... Enfim, onde as almas sao criadas elas conhecem os arquetipos de todas as coisas, mas, qdo chegamos à Terra, esquecemos parcialmente essas verdades absolutas, mas podemos nos lemabrar delas atraves do q os sentidos podem perceber, pq aqui na Terra ha sombras daquelas ideias perfeitas... Bom, as professoras têm q saber filosofia tb, nao é? E, sobre House, eu vejo às 13h no canal universal movie. Versao legendada, é claro. ;)

Pedro Henrique said...

Sócrates era o retrato da decadência grega. Platão era sábio de verdade.

Abraço!

Pedro Henrique said...

Não adianta, não consigo gostar de Sócrates. Assim como a religião judaico-cristã instaurou valores que envenenaram a humanidade, Sócrates também contribuiu para os rumos funestos do desenvolvimento cultural e, conseqüentemente, do homem.

Não vejo Sócrates como um gênio ou um pensador, vejo-o apenas como um cara com inteligência (pudera eu ter um terço dessa inteligência) e conhecimento um pouco acima da média dos homens de seu tempo. Para mim, ele era um excelente frasista.

Abraço!