Professor pobre e cientista rico.

"Professor pobre é pleonasmo¹,
Cientista rico é paradoxo²."

Todos riram numa turma de Licenciatura em Letras quando a professora disse isso em sala, sabem que é a verdade. "Melhor rir pra não chorar". Pra que valorizar a educação e a ciência no País do Futebol??

1- Pleonasmo: repetição de um termo, ou reforço de seu significado.
2- Paradoxo: proposição aparentemente absurda, resultante da união de idéias contraditórias.

(PASCHOALIN, Maria Aparecida. SPADOTO, Neuza Terezinha. Minigramática. São Paulo: FTD, 1997.)

sábado, 30 de agosto de 2008

6 Comments:

zonaliberta said...

É, em nosso país o futebol, o samba e os feriados são o que importam...

¬¬'


mas mesmo assim acredito que as coisas mudarão,

Nêcarioca. said...

Fala Aline Costa tem razão!!
Mas como vc veio parar aqui???
Cm me achou??Vc faz letras e História onde??
Um abraço!!

Thales Vinicius said...

humm...Parece ser facil questionar sobre isso,mas vejo por outro lado!não é que o futebol seja mais valorizado, mas é no que somos bons nisso e por isso parece ter um valor importante!
E professor pobre...kkkkk preciso até rir! O professor só é pobre porque quer ou porque acha que não tem outra saída. Pelo que vejo,os professores são preguiçosos, pelo menos a maioria que conheço ; não todos. Trabalham 3 horas (exagerei) por semana pra granhar 5xx,xx e acha que ta ralando muito!PObre coitado daquele que fica o dia inteiro sentado pra ganhar 3xxx,xx!O professor tem uma ferramente que carrega em si muito importante e o que fica sentado? Geralmente esqueceu uma maior parcela do que ja estudou!O problema do professor não é o salario que o governo dá...e sim a sua autovalorização!
Sobre os cientistas...não preciso comentar muito...a maioria faz as suas pesquisas no exterior e por isso é meio excasso aqui no Brasil...como diz...FUGA DE CÉREBROS!
Acho que é só isso que tenho a dizer!rsrrsrsrsr
AHHHHHHH aproveitando e falando mais um pouquinho do Brasil! Nosso país é capitalista e muito grande! Não lembramos muito das regiões norte e nordeste...Estamos perdendo uma maior parcela do possivel grande progresso do país!

Thales Vinicius said...

escasso***rsrsssr errar é uma caracteristica humana... o erro nos induz ao futuro acerto...então desculpe =p rsrsrssr

Nêcarioca. said...

Noussa, precisamos nos conhecer entçao eu moro perto da Estacio> Perto do prononil!! O Zalinsq é meu melhor amigo meu imãozinhu!! eu o adoro!! Aquela comunidade eu definitivamente hoje tomei uma decisão estou saindo dela. Aquilo jádeixou de ser Democratica a anos. Estou saindo de lá e tirando todos as minhas resposta. Pra não deixar rastros. Deiixem os cabos eleitorais do Bornier fazerem sua campanha um para o outro. Quando falamos do Lindberg nós só faltamos ser linchados!!!
Mas vamos marcar algo de repente eu até já te conheça!!
Um abraçãoe Beijo Grande!!!

Yellow Fox said...

As pessoas q cuidam da educaçao no País, e aquelas q cuidam da educaçao nas pequenas cidades do Brasil, geralmente ocupam esse cargo por politica, pq sao cargos de confiança. Parentesco e troca de favores costumam ser os melhores requisitos para assumir esses cargos. Ha China ja faz concursos públicos ha dois mil anos, mesmo q os imperadores pudessem impor sua vontade escolhendo quem eles quisessem, mas no Brasil, que é uma democracia, os cargo de confinça nao sao distribuidos assim. Os professores nao agem como querem em sala de aula (pq seguem uma serie de regras q determinam como eles devem ensinar), e tem de obedecer as diretoras nas escolas (q as vezes sabem menos q os professores)! Nos países desenvolvidos ha pouquisimos cargos de confiança, será a toa? A verdade é uma só: apenas os incompetentes nao querem ser avaliados.