O ultimo de 2008

É, o último dia do ano... e como sempre, é a mesma coisa de todos os anos! [Exceto pelo fato de só passarem desenhos de Halloween na tv! rs]. Todos desejam mais uma vez todos aqueles votos que desejam todos os ano, pessoas se tornam amiguinhas e felizes [mas só até dia 1°, depois voltam ao normal] e é aquela chuva de scraps de 'Feliz Ano Novo" no Orkut.



Não vim aqui hoje falar sobre pessoas ou o que elas fazem... vim apenas dizer que 2009 pode ser um ano de renovação e de alegrias novas, novas vivências e experiências incríveis, de muita paz e aventuras, inovações e sonhos... e muito mais. Para isso só precisa de uma coisa: Acreditar!



Então... Enjoy e ... Chega mais 2009!



Feliz 2009!!


quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

A Saudade

Convenhamos, a saudade bate quando menos se espera. Hoje estava olhando as fotos do meu Orkut e acabei relembrando dos colegas que ficaram quando mudei de Campus na facul de letras [e ainda estou devendo uma visita a eles!].
Curioso como o saudosismo nos trás aquela sensação nostálgica que, ao invés de nos deixar tristes ou felizes, nos deixa num meio termo. Não fica-se nem triste nem feliz... Mas é uma sensação que acho gostosa de sentir.
Sentir saudade é uma coisa boa, não importa saudade do quê. É bom, pois assim vemos que aquilo nos cativou de verdade... Às vezes nem esperávamos.

Ai, ai... Quer saber? Vou curtir meu 'momento nostalgia' aqui ao som de Coldplay, e outra hora volto. Até.


segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

O que é o Natal?

Bem, eu ia escrever sobre a moda de escrever errado, maaaas, um episódio de "A nova escola do imperador", no Disney Chanel, e depois de uma conversa com minha mãe.
Bem, no desenho, episódio natalino, e em vez de Natal, eles tinham um "presental". Eis aí o ponto da questão: o que virou o Natal se não uma data do comércio como o dia das mães, dos pais, das crianças [que também é da Padroeira do Brasil], Páscoa, ... e tantas outras datas. Tudo sempre gira em torno do comércio.
O verdadeiro significado destas datas está se perdendo, pois ninguém pode viver sem o presente de um velho gordo e que usa roupas inapropriadas para o clima nacional. Ai de quem aparecer numa festinha de Natal sem o presente daquela pessoa, ou daquelas pessoas... Presentes. Tudo se resume a isto...

Natal é mais. A vida é mais. No Natal comemora-se o aniversário Dele. Não é data de comércio... é hora de comunhão, união, respeito, confraternização e muitos outros sentimentos que devem ser partilhados. Mas não em apenas um ou dois dias do ano... mas em todos. Afinal de contas não custa tentar viver mais fraternalmente.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Natal, Natal, Nataaal!!


Ahhh o Natal...

Rabanada, peru, castanhas, rabanada, pernil, pudins, rabanada, pavês, castanhas, vinhos, rabanadas...

Família, amigos, conhecidos, desconhecidos e mais rabanada.


Grande época essa. Querendo ou não muita gente fica mais generosa e gentil. As crianças são iludidas por uma perversa mentira do mundo capitalista. Todos sonham com presentes.

As filas são enormes, supermercados e lojas lotados, espaço nas ruas é impossível.

Mas ainda assim ama-se essa data. Muitos pelos presentes, muitos pela comida, outros pela reunião de todos, alguns pelo Noel, e alguns outros pelo verdadeiro significado da data.
Seja por qual motivo for, Natal é uma linda época. Eu, particularmente, amo o Natal. Toda a idéia do Nascimento de Cristo, todos juntos festejando, e a parada de 'paz na Terra aos homens de boa vontade' sempre me contagia.
No Natal vá além de presentes e comida, semeie por aí um pouco de bondade e generosidade [como isso anda em falta hoje em dia]. Não se apegue a presentes, mas a pessoas, e curta o melhor que esta data pode te oferecer, multiplicando isso por cada dia.
E, aproveitando...
Feliz Natal!!!

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Féeeeeeeriaaaaas!!

Depois de meses a fio estudando e ralando finalmente as merecidas, sonhadas, relaxantes, planejadas, doces e... TEDIOSAS férias.

hahahha

Ó, cruel ironia do destino!

sábado, 20 de dezembro de 2008