Less you know, happier you are

Incrível como depois que minhas aulas voltaram tenho postado mais aqui. Deve ser algum meio de fuga dos textos que tenho que ler e que posso ler depois [pois me sobra tempo], e nunca leio. Quero ver até onde essa vida mansa vai! rsrs

Bom, mas não fui disso que vim falar desta vez, foi sobre uma das frases da aula de Literatura Inglesa de hoje. Estávamos lendo o poema "The Seaferer" e em uma das linhas do poema o velho marinheiro diz que quanto menos se sabe mais feliz se é; e até que eu concordo algumas vezes. Deveras, quando se sabe mais você sempre quer mais; sempre busca explicação para tudo; nunca está satisfeito. Quando se sabe muito, aquela simplicidade das coisas passa desapercebida. A beleza das coisas passa a ser mais difícil de ser encontrada.

De uma coisa sei: se for assim mesmo, estou ferrada. Fazendo duas faculdades e pensando as pós graduações, logo logo estarei com depressão, síndrome do pânico, mania de perseguição... e assim vai!
hahahah

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

9 Comments:

Leandro Marlon said...

É... já estou nesse estágio e nem sei de nada, rs...
Vou largar a faculdade e ser feliz!

thales said...

é verdade, quanto menos sabemos mais somos felizes, mas essa felicidade vem de uma fantasia que criamos porque não conhecemos a total realidade / por nao sabermos de nada..vivemos de ilusões e esperanças.
já alguem com um certo conhecimento ja sabe que não poderá ser feliz com aquela fantasia e com isso passa a não se iludir!...
De uma coisa eu tenho certeza ,Infelizez totalmente nunca seremos, porque para que isso aconteça teremos que ser OS CRÂNIOS e saber de tudo completamente.
Logo mostro a minha positividade perante isso : ALINE não se preocupe...você continuará sendo feliz! Tudo porque não terá tempo para saber de completamente tudo!!..
BEijos e adorei o post

Leandro Marlon said...

Todos criam ilusões meu caro... isso se chama: necessidade de felicidade. Freud já coloca isso como condição da vida humana. O homem nasce já buscando satisfação/felicidade. Porém, como todos sabem, não dá. Primeiro por não poder ter tudo o quê se quer e também, como o próprio Freud disse, quando conseguimos o quê queremos, muitas vezes, deixamos de querer... e passamos a desejar outras coisas para nos sentirmos mais felizes. O homem, em minha opinião, é viciado em ser feliz, querendo sempre mais desse ópio raro e distante.
Porém, um 'crânio' pode ser feliz... afinal, se ele deseja saber de tudo - e conseguir de alguma forma, sei lá, pode ser [ele pode querer saber de tudo dentro da área dele, logo, ela saberá de tudo, não?] - ele pode ser feliz... mas são raras as pessoas que desejam somente uma coisa na vida...
Ontem estava passando o olho numa revista que minha trouxe das Sendas e me deparei com uma história interessante, uma mulher teve de escolher entre o 'quase-noivo' de três anos e sua profissão [ele fez ela escolher, pois ela nunca queria estar com ele...] - ela escolheu a profissão e estava contando a história na revista dizendo que ainda amava ele [ entenda que ela nunca seria feliz, haiuhaiaua ]
A vida é complexa e o não saber ou te faz infeliz ou um falso feliz... sei lá... antes triste por saber do quê feliz iludido... [ com certeza a Aline vai me bater por essa última parte, mas sei lá, é o quê eu acho! ]
E tenho dito.

Thales Vinicius said...

aí você ja está vendo por outro lado...
Citei ilusões e outras coisas,porque era o que o título da postagem estava dizendo:"menos você sabe, Feliz você é".
Uma pessoa sábia é chata, metida a ser intelectual e não se contenta com as bobagens que o mundo "oferta".
e dificilmente cairá numa ilusão ou fantasia...[ quero deixar bem claro que assuntos amorosos estão bem distantes do que defendo aqui].
E como você citou em cima, meu caro Leandro, uma pessoa pode ser feliz se souber tudo da área dela, mas isso é possível? haverá tantas coisas novas ou tantas coisas esquecidas que difilmente a pessoa que quer ser feliz sabendo de tudo consiguirá ser feliz!

Leandro Marlon said...

Haha... engraçado sua argumentação, pois, querendo ou não, quem estuda a vida inteira está em busca de conhecimento, logo, se tornará chata... [a não se que não estude e consiga só o diploma - simples].
Só citei assunto amorosos - da moça da revista, pois encaixa muito bem aqui. Tudo é possível meu caro, pensamentos pessimistas apenas fazem do mundo mais pessimista, não?
Dei uma possibilidade, cada um sabe o quê quer para ser feliz... pelo menos em algum campo ela será... se você pensa o contrário, para que vive? Simplesmente para viver? Ou será que vive sem razão?
Sua argumentação é confusa e caminha para o quê eu já tinha dito...
E tenho dito novamente.

Leandro Marlon said...

Você recebeu um selo!
Visite - www.espaco-nerd.blogspot.com


;D

Aline said...

Eii... não metam a razão aqui, deixem este post na ignorancia! hahahaha

Thales Vinicius said...
Este comentário foi removido pelo autor.
O.o°Teka°o.O said...

rsrsrsrsrs
Aline..
muito interessante o seu post!! =DD
No momento estou na dúvida.. sou feliz ou bem mais culta?? rsrs
acredito que de para juntar as duas coisas!! =DD
Boom.. se eu não pensar assim.. também morrei por depresão.. e todas as síndromes possíveis!! hahahahaha

Ahh.. seu blog é show! e me foi indicado pelo Thales!! ^^
Parabéns!! \õ/ Bjinhoos ^^