O tempo...

Hoje, viver correndo de um lado para o outro é mais do que normal. Não deveria ser. Corre-se para o trabalho, a faculdade, a casa, a festa... corre-se para tudo. Aproveitar o belo que reside na vagarosidade do dia é privilégio para poucos. Poucos mesmo! Ninguém mais para admirar um céu estrelado, observar uma bela paisagem, ou penas olhar aquela florzinha que nasceu em meio o asfalto da rua. Falo isso por mim mesma. Quem me conhece sabe, vivo a correr de um lado para o outro. Aproveitar um breve instante de pura observação do nada já é algo distante e raro.
Agente corre porque tem pressa, e pressa pra tudo. Nada mais pode esperar, estamos a mercê dos interesses do que nos coloca a correr, sem ao menos poder contestar, sob o risco de ser atropelado por alguém que esteja no meio da correria. Não há mais tanto tempo como antes nem mesmo para os amigos. Até eles correm.
Hoje parei para mexer na minha caixa de recordações. Cada cartão, foto, bilhetinho, barquinhos de papel, aviõeszinhos e desenhos, cada um com seu significado e pessoa especial. Cada um fruto de um momento único, uma recordação valiosa. Uma prova de que parar e reparar nas pequenas coisas faz um bem imenso. Está na hora de tentar parar de correr um pouco e ver a vida passar, afinal, correr demais cansa!

domingo, 21 de junho de 2009

1 Comment:

Problematizando! said...

Gostei muito desse seu post Aline.
Realmente, estamos cada vez mais correndo, acumulando atividades, e esquecendo de reserva o tempo necessario para apreciarmos o que nos rodeia.