Falar é uma coisa tão estranha... Acho que até hoje não aprendi a fazer isso de maneira eficiente. A comunicação é baseada em 'enunciador', 'receptor' e a ''mensagem'... as vezes falho miseravelmente nisso, mas deixemos os esquemas da Linguística de lado. Falar é uma coisa estranha... Sei lá... é como diz uma música do Lulu Santos que estou ouvindo agora "tem certas coisas que não sei dizer", o que no meu caso, são muitas coisas.
Falar é uma coisa estranha... assusta. É, tenho certo medo de falar. Vejo tanta gente martirizada pelo que fala que tenho medo de acontecer o mesmo... ou então de não ser escutado, por ser irrelevante a todos. Sei lá, mas as vezes parece que nada do que eu falo interessa às pessoas.
Falar é uma coisa estranha... as vezes sem intenção se magoa ou se fala a maior asneira. Muitas coisas ditas sem intenção são motivos para crucificações.
Falar é uma coisa estranhíssima... mas acho que está na hora de eu parar um pouco com o silêncio e começar a soltar algum ruído... aprender a falar.

terça-feira, 25 de maio de 2010