Trabalhe para viver, viva para trabalhar.

Quando eu era pequena achava que fazer faculdade era a única coisa que eu precisava para ter um bom trabalho e um bom salário. Achava que rico eram apenas aquelas pessoas que nasciam ricas ou que ganhavam na loteria, e nunca tinha imaginado de ver um rico trabalhar. Então, pra mim, apenas ter um curso superior me bastaria pra ter a vida que gostaria.
Minha mãe era uma das poucas pessoas com faculdade que eu conhecia, juntamente com minha pediatra e meu tio mais novo. Minha mãe não trabalhava nem o dia todo, e nem todos os dias. Achava aquilo perfeito pra mim.
Cresci mais um pouco e minhas tias e meu pai fizeram faculdade também, a vida e o poder econômico de todos aumentou um pouco e continuei achando que apenas isso bastava mesmo.
Então minha mãe fez a pós-graduação dela, e eu passei a pensar que fazendo uma pós minha vida melhoraria mais ainda. Então meus planos para quando acabasse a escola seriam fazer logo uma faculdade e emendar com uma pós.
Minha primeira faculdade não mudou muito meu panorama de visão para o futuro. Foi ao começar a segunda faculdade e ao começar a trabalhar também que percebi que as coisas não eram bem como eu via. Eu tinha uma faculdade e um emprego. Justamente um do tipo que eu queria: não trabalhava todos os dias nem o dia todo, mas ganhava mal. Muito mal. E foi aí que vi que uma pós ajudaria apenas um pouco nessa situação. Que se realmente quisesse ganhar mais teria de fazer mestrado e Doutorado e mudar de emprego.
No fim acabei vendo que não existe outro meio. A menos que você nasça rico, ou você se mata de trabalhar e estudar para viver, ou você vive pra trabalhar e estudar, tentando aproveitar um pouco a vida quando assim lhe for permitido.

quinta-feira, 23 de julho de 2015